Carregando...

Comissão Local

Glauco Fernandes Machado

Possui a graduação em Arte e Mídia, e Mestrado em Antropologia. Atualmente é pesquisador da Universidade Federal de Pernambuco no Programa de Pós-Graduação em Antropologia e sócio da Associação Brasileira de Antropologia, fazendo parte do Laboratório de Antropologia Visual da UFPE (LAV) e do Núcleo de Estudos sobre Etnicidade (NEPE). Tem experiências na área de Antropologia e filme-documentário, atuando principalmente nos seguintes temas: Antropologia Visual, Imagem fílmica e fotográfica, Cinema, Etnicidade, Patrimônio e Arte e Mídia. Realizou diversas montagens em filmes etnográficos como o "Oi, que Prazer, que Alegria, Kapinawá" que ganhou o Prêmio Juri Popular no VI Concurso Pierre Verger 2006, Associação Brasileira de Antropologia.

Moyses Cavalcante

É formado em Produção Publicitária, tem especialização em Produção Audiovisual e estudou na Academia Internacional de Cinema. Trabalha no setor de audiovisual desde 2008. Em produtoras editou comerciais publicitários, institucionais, documentários, filmes e campanhas. Em televisão produziu vinhetas para MTV, identidades visuais e editou programas televisivos. Possui trabalho autoral na produção de videoclipes e curta metragens. É Técnico em Audiovisual do Instituto de Ciências da Arte na Universidade Federal do Pará. Ministrou as disciplinas Montagem e edição de vídeo, Animação e Câmera digital na pós-graduação em Produção Audiovisual da Estácio/IESAM e as disciplinas Computação para o audiovisual I e II, Fotografia cinematográfica I e II, Edição I e II na graduação em Cinema e Audiovisual como professor substituto da UFPA.

Maria Alice de Sousa Carvalho Rocha

É professora da Universidade Federal de Goiás, vinculada ao Programa de Mestrado Profissional em Educação Básica, realizado pelo Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação. Seus estudos e produtos artísticos estão centrados na temática da infância no cinema e em produções audiovisuais. É doutora em Educação pela Universidade Federal de Goiás. Atualmente trabalha na finalização de documentários e animações realizados pelo Grupo de Pesquisas Imagéticas dos Programas de Pós Graduação de Arte, Cultura Visual e Antropologia Visual da Universidade Federal de Goiás e pelo Grupo de Estudos e Pesquisa: Educação, Infância, Arte e Psicanálise.

Alessandro Ricardo Campos

É graduado em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Pará, especialista em Educação e Saberes Africanos/UFPA, mestre em Antropologia pelo Programa de Pós Graduação em Sociologia e Antropologia PPGSA/UFPA e Doutorando pelo mesmo programa. Atua como servidor público estadual, Professor Classe II, e docente externo da Universidade Federal do Pará e membro efetivo da Associação Brasileira de Antropologia. É membro-fundador do Grupo de Pesquisa em Antropologia Visual e da Imagem Visagem/UFPA, faz parte da Equipe Editorial da Revista Eletrônica Visagem e do GEPI - Grupo de Estudos sobre Populações Indígenas Eneida Corrêa de Assis e das coordenações do Festival do Filme Etnográfico do Pará e do Encontro de Antropologia Visual da América Amazônica.

Luiza Pereira Monteiro

Bacharelado em Ciências Sociais (UFG), Mestre em Educação (UFG), Doutora em Educação (USP), Pós-doutorado em Sociologia da Infância, Universidade do Minho (UMinho) Portugal. Professora da Universidade Estadual de Goiás (UEG), atua na graduação no Curso de Pedagogia e no Programa de Pós-Graduação Strictu Sensu Ambiente e Sociedade, Integra o Grupo de Estudos e Pesquisa: Educação, Infância, Arte e Psicanálise (Gepeiap/Cnpq), a REdArtH – Rede Internacional de Educação, Artes e Humanidades, o Ao Norte Grupo de Estudos de Cinema e Narrativas Digitais, da AO NORTE. Associação de Produção e Animação Audiovisual, Portugal. Pesquisa as temáticas da educação, infância, cinema e família. Coordena o “Projeto Cine Clube Tribuna Livre: cinema e educação”, que integra extensão, pesquisa e ensino. Coordenadora Adjunta de Pesquisa. Tem vários artigos e capítulos de livros publicados, os mais recentes sobre cinema, educação e infância.

San Marcelo

Graduado em Letras Inglês pela Universidade Federal do Pará (UFPA), Especialista em Tradução pela UFPA e Produção Audiovisual e Cinema Digital pelo Instituto de Estudos Superiores da Amazônia - IESAM/Estácio, MBA em Direção de Artes para Cinema TV e Vídeo pela Faculdade Estácio de Sá, e Mestrando do Programa de Pós-graduação de Linguagens e Saberes na Amazônia - UFPA, com estudos em Narrativa Visual, cinema na Amazônia e imagem. Estudou Roteiro para Cinema na Academia Internacional de Cinema e Direção de Fotografia na Bucareste Ateliê de Cinema. Atua na linha de pesquisa: Linguagem e Imagem, como membro do Grupo de pesquisa Laboratório de Estudo Linguagem, Imagem e Memórias – LELIM.. Tem experiência na área audiovisual e antropologia visual, atuando nas seguintes temáticas: Montagem e direção de fotografia em vídeo/still e estudo da imagem/elementos narrativos. É Diretor de Fotografia na Sapucaia Filmes e Coordenador geral do Festival Curta Bragança.

Carol Abreu

Graduação em Educação Artística, título de Licenciatura Plena em Educação Artística - Artes Plásticas pela Universidade Federal do Pará (2003-2008). Também possui graduação em Desenvolvimento de Sistemas e de Software pela Universidade da Amazônia - UNAMA (2002-2004). Pós Graduação em Design Gráfico pelo Instituto de Estudos Superiores da Amazônia - IESAM (2010 - incompleto). Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Artes, projetos gráficos, fotografia e cinema. Mestranda em Artes, UFPA no Programa de Pós Graduação em Artes - PPGArtes (2016). Atualmente atua como Técnico de Cultura na área de Cinema/Audiovisual e Artes Visuais do Centro Cultural Sesc Boulevard - Sesc Pará, desde 2009, promovendo cursos, oficinas, mostras e programações dentro da área Audiovisual. Tem experiência na área de Artes e Audiovisual, com ênfase em Artes, atuando principalmente nos seguintes temas: cinema, arte, cultura e festival. Desenvolve trabalhos na área de design gráfico, como elaboração de projetos gráficos de livros, revistas, identidades visuais e sites.